Instrutor de mergulho como profissão

Levar outras pessoas para conhecer o fundo do mar é uma ótima forma de ganhar a vida, seja para mudar de profissão ou ganhar um "extra" nos fins de semana.

Certa vez, ouvi de um rapaz que tinha acabado de mudar sua vida para ser instrutor de mergulho: "Minha mãe acha que corro risco de vida (me liga toda hora), meu pai que virei um vagabundo (não me liga) e um ex-professor da faculdade que perdi o juízo. O único apoio veio de alguns amigos que imploravam ser apresentados às turistas bonitas, com quem supostamente tinha facilidades."

A narrativa foi divertida, mas sou instrutor de mergulho há muitos anos e considero a profissão tão séria quanto qualquer outra. Ser administrador, médico, cozinheiro, engenheiro, advogado, professor... são muitas opções e acredito não ser fácil escolher, mas se você ainda está lendo é porque também pensa no mergulho, mas talvez ainda não saiba se é para você. Vamos descobrir? Pense no que te faz feliz. Corresponder às próprias expectativas ou à dos outros? Morar na praia ou num grande centro urbano? Viver ao ar livre ou entre quatro paredes? Interagir com pessoas ou computador? Conhecer lugares novos ou ficar sempre no mesmo lugar? Se as opções em negrito acima agradam, então há uma boa chance de você ser feliz como instrutor de mergulho.

Ser um mergulhador profissional é atraente para muitos, mas é importante saber que essa atividade exige dedicação e profissionalismo. O motivo é simples, embora o mergulho recreativo seja seguro, o instrutor é responsável pela vida das pessoas enquanto mergulham.

Para se tornar instrutor é necessário fazer vários cursos, passar por diversas avaliações de conhecimento e performance, além de uma avaliação médica de aptidão física. O tempo mínimo de treinamento é de 6 meses e 100 mergulhos.

Como instrutor de mergulho existem três opções a seguir, a mais comum é trabalhar apenas nos fins de semana e feriados, como segunda profissão. É uma ótima forma de faturar um "extra" e de quebra curtir o estilo de vida SCUBA. Outra opção é trabalhar em tempo integral como funcionário, podendo evoluir de assistente para instrutor, chefe de operações e gerente. Os ganhos variam entre 1 e 2,5 mil no cargo inicial e pode chegar a 12 mil ou mais no cargo gerencial, dependendo da empresa e região. E a última opção é abrir sua própria empresa.

Há também os aventureiros que se tornam instrutores para conhecer lugares novos, trabalhando um tempo aqui, outro alí. Dessa forma pode-se ganhar o mundo dominando outras línguas.


Links relacionados:Curso de instrutor de mergulho


SORTEIO DE UM MERGULHO DE BATISMO PARA 2 PESSOAS, COM HOSPEDAGEM GRÁTIS EM ARRAIAL DO CABO.
Clique aqui para concorrer, basta seguir a gente no Instagram e ficar ligado nas publicações.

CHAT
MENU